AS 10 CIDADES MAIS INTELIGENTES DO MUNDO

Com a ascensão das cidades inteligentes e um foco maior na sustentabilidade, as empresas têm a tarefa de encontrar soluções para reduzir as emissões de carbono nas obras, contra uma questão recorrente de crescimento populacional e espaço limitado na construção.

No entanto, a criação de cidades perfeitamente conectadas irá incorporar soluções de transporte inteligentes dentro de infraestruturas novas e existentes, utilizando fontes de energia renováveis e gerando benefícios a longo prazo.

10. Londres, Inglaterra

📷

A crescente população de Londres tem visto um aumento na pressão sobre as infraestruturas de transporte, criando demandas por moradias na capital.

O projeto Crossrail e a expansão do metrô de Londres fortalecerão as redes de transporte da cidade, além da implementação de tecnologias inteligentes, que estão sendo atualmente colocadas nas estradas da capital para ajudar os passageiros a localizar um espaço disponível dentro da cidade. Sistemas de compartilhamento de bicicletas também foram incorporados.

A cidade planeja futuras iniciativas sustentáveis, como a utilização do rio Tâmisa como fonte de energia renovável para o aquecimento de residências, além de reduzir as emissões de carbono por meio da instalação de painéis solares em construções novas e atuais.

9. Estocolmo, Suécia

📷

Com o status de Capital Verde da UE em 2010, a Visão 2030 de Estocolmo destaca o objetivo da cidade de desenvolver uma forte infraestrutura de TI, que atualmente atrai empresas de tecnologia como a Microsoft.

A cidade também pretende reduzir as emissões e remover todos os produtos tóxicos das obras, substituindo-os por alternativas que serão vantajosas em futuros trabalhos de construção.

8. Amsterdã, Holanda

📷

Em 2016, a Comissão Europeia atribuiu a "Capital Europeia do Prémio de Inovação" a Amsterdã, dos quais um prémio de €950.000 irá impulsionar as iniciativas de cidade inteligente.

A cidade é um foco de tecnologias e negócios inteligentes. A explosão da IoT é sentida em na capital holandesa, que tem cerca de 80 pilotos refletindo o foco da cidade na utilização de energia renovável e no desenvolvimento de recursos de transporte.

7. Oslo, Noruega

📷

Oslo tem estado na vanguarda da utilização de fontes de energia renováveis, adotando sofisticados sensores de estacionamento e pontos de carregamento de veículos elétricos regulares. No entanto, a cidade pretende eliminar todos os carros até 2019 para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

A cidade também pretende eliminar os combustíveis fósseis dentro dos serviços de transporte público até 2020, adotando fontes de energia puramente renováveis. O compromisso da cidade estendeu-se à instalação de uma usina de lixo para energia, que aquecerá as residências da região.

6. Taoyuan City, Taiwan

📷

Lar do maior aeroporto internacional de Taiwan, o forte foco da cidade de Taoyuan nadigitalização e localização chave criou uma economia resiliente, atraindo vários investidores e empresas em ascensão.

Adotando um projeto Smart City, a cidade instalou sensores e sistemas para monitorar emissões de carbono e uso de luz, além de utilizar recursos renováveis, como a energia eólica e o uso de painéis solares fotovoltaicos. Iniciativas sustentáveis, como o sistema de bicicletas compartilhadas, chamado YouBike, também foram implementadas.

Conheça também As 10 Construções mais inteligentes do mundo

5. Berlim, Alemanha

📷

A Estratégia de Cidades Inteligentes de Berlim colocou um foco contínuo na digitalização, levando a um aumento na construção ecológica e iniciativas sustentáveis, a fim de criar uma cidade mais eficiente e limpa. A Siemens é o principal fornecedor que alerta os condutores de possíveis áreas de congestionamento, além de instalar um sistema de estacionamento de sensores.

Com a rede e a conectividade na vanguarda de todos os desenvolvimentos, a Cisco também foi comprada para desenvolver a segurança cibernética da cidade e dentro do setor de saúde, reduzindo o tempo de espera e aumentando a eficiência com dados recebidos de plataformas clínicas.

4. Nova York, EUA

📷

Nova York abriga uma infinidade de empresas de tecnologia e está por trás de vários projetos inteligentes. A cidade adotou sensores inteligentes e pontos de carregamento com wi-fi embutido, localizados em toda a cidade. Essa tecnologia foi implantada em bancadas de parques, que também utilizam energia solar e permitem que os trabalhadores analisem o tráfego de pedestres em toda a cidade e gerenciem a coleta de lixo.

O aumento da IoT também é visto aqui, com o objetivo de reduzir as emissões de carbono. A cidade tem pilotado um projeto de prioridade de sinal de tráfego, que permite a identificação de ônibus em um sinal vermelho, e é capaz de reduzir o tempo de espera para o transporte público e reduzir os atrasos para os passageiros em movimento.

3. Cingapura

📷

Cingapura é uma das pioneiras que conquistaram o status de cidade inteligente por meio da implementação de seu programa Smart Nation.

O uso de sensores inteligentes incorporados em toda a cidade registram dados essenciais, ligando os esforços de sustentabilidade no gerenciamento de energia, eletricidade, água e resíduos. O espetáculo Gardens by the Bay da cidade também destaca seus esforços parautilizar fontes de energia renováveis.

O desenvolvimento dentro de redes de transporte resultou em atrasos reduzidos no transporte público. O número de motoristas na estrada também reduzirá ainda mais com a liberação de um sistema de Precificação Eletrônica de Rodovias, que cobrará dos usuários uma taxa maior para dirigir nos horários de pico. O desenvolvimento de rotas de ciclismo também está em andamento, como a Rota Ciclística de 150km, que liga toda a cidade aos Jardins da Baía.

2. Vancouver, Canadá

📷

As paisagens deslumbrantes e a economia forte de Vancouver consolidaram seu crescimento consistente nos negócios e buscaram inovações, nas quais o lançamento do Plano de Ação da Cidade Mais Verde 2020 da cidade significa o plano de se tornar um dos mais ecológicos do mundo.

Por trás de uma série de construções verdes e projetos de construção sustentáveis, existem mais de 300 projetos certificados LEED em andamento, incorporando materiais e recursos sustentáveis, como energia solar e hidrelétrica.

A cidade está desenvolvendo seus espaços verdes locais e sistemas de transporte sustentáveis, instalando veículos elétricos e híbridos, além de abrigar o maior programa de compartilhamento de 'Bicicleta Inteligente' na América do Norte, com a compra do corredor Arbutus.

1. Barcelona, Espanha

📷

Barcelona está passando por uma revisão de seus sistemas de transporte existentes, implementando uma rede de ônibus ortogonal, introduzindo ônibus híbridos e implementando o programa de compartilhamento de bicicletas da cidade.

Sensores inteligentes têm sido utilizados em sistemas de gerenciamento de resíduos e de estacionamento, onde os trabalhadores são alertados quando as caixas precisam ser esvaziadas, permitindo que eles planejem suas rotas com eficiência. A IoT também foi incorporada em sistemas de irrigação dentro de parques naturais, economizando mais de US$ 50 milhões.

A tecnologia inteligente é colocada dentro dos sistemas de iluminação da cidade, reduzindo o consumo de energia. O Wi-Fi embutido também foi incorporado, coletando dados essenciais.

Com relação às fontes de energia renováveis, a implementação de normas solares térmicas pela cidade impôs todas as construções novas e atuais para a instalação de painéis solares como medida compulsória, juntamente com o Plano de Mudanças Climáticas e Qualidade do Ar 2011-2020, onde os aquecedores solares foram instalados. colocado dentro de casas para aquecer a água.

12 visualizações
8b27846f50aae4f761b63060e8bba2aa.png